Santuário

Santuário Arquidiocesano São Judas Tadeu

07h

09h
11h
18h
20h
07h
19h
07h
19h
07h
19h
07h
19h
07h
19h
07h
16h
18h
Dia 28 - Festa de São Judas Tadeu

00h

04h

06h

08h

10h

12h

14h

16h

18h

20h

22h

Comunidade Santa Rosa de Lima

Domingo
09h
Quarta-feira
19h
Você está em:

Retiro de Carnaval do Santuário: “Quem é seu próximo?” (Lc 10, 25-37)

A partir da meditação sobre “Quem é seu próximo?”, à luz da parábola do “Bom Samaritano”, participantes do “Retiro de Carnaval” do Santuário puderam vivenciar um encontro pessoal com Deus e refletir sobre a necessidade de uma solidariedade amorosa, nos nossos tempos.

O encontro aconteceu neste sábado, dia 02 de março, no Centro de Evangelização e Obras Sociais São Judas Tadeu e reuniu cerca de cem paroquianos e membros de outras comunidades, que buscaram um momento de oração, reflexão e deserto, nesse tempo de carnaval.

O retiro teve início com a acolhida, café da manhã e oração das Laudes. Na sequência, Padre Nivaldo Ferreira, pároco e reitor do Santuário conduziu o primeiro momento de reflexão. “Precisamos fazer um caminho diferente para olhar o ‘próximo’, pois nunca vamos enxergar o outro ‘mais próximo’ se não olharmos através das lentes de Deus”, afirmou o reitor do Santuário, durante a reflexão da parte da manhã.

Padre Nivaldo também nos exortou que nossa vida precisa fazer caminhos com necessidade de conversão. “Para ficar mais perto do Senhor, temos que percorrer esse caminho de mudança, sendo missionários de fato, missionários de Jesus, para que Deus seja percebido em nós. Essa é nossa utilidade missionária”, disse o reitor do Santuário, convidando os presentes a fazer um momento de deserto e interiorização da Palavra.

A participante Ana Inês Silva Rodrigues Pena, da Comunidade Santa Edith Stein, bairro Sagrada Família, durante a partilha orante, comentou que Deus sempre nos inspira e nos leva a quem precisa. “Amar ao próximo é estar aberta e acolher a todos que são colocados em nosso caminho, pelas mãos de Deus. É ele que nos ensina a amar ao próximo, não como eu quero, mas a quem realmente necessita”, compartilhou.

Durante toda manhã, também tivemos a presença do Padre Marco Antônio Porto, que realizou atendimentos e confissões no retiro de carnaval.

Na parte da tarde, Padre Gilberto de Souza, conduziu uma reflexão a partir do diálogo de Jesus com a Samaritana e sobre a necessidade de reconhecer o próximo. “Quem é meu próximo? Fomos colocados aqui na Terra para cuidarmos uns dos outros, zelar, fazer o outro crescer. Mas a primeira pessoa que preciso zelar sou eu mesmo, sobretudo espiritualmente, para que tenhamos condições de dar algo ao outro”, ressaltou.

O vigário também comentou sobre a forma como Jesus peregrinava no seu tempo e das pessoas que Ele encontrou pelo caminho, como a Samaritana. “A peregrinação nos abre para o contato com o outro e nos prepara para o encontro com o Senhor. Por isso, peregrinar é uma decisão pessoal e única, é seguir os passos de Jesus”, afirmou.

No período da tarde também foram dedicados momentos para deserto, interiorização da Palavra, partilha orante e oração das Vésperas. As 18h, no CEOS, Padre Gilberto presidiu a missa de encerramento do retiro e finalizou as atividades desse dia de oração e reflexão.

Confira os principais momentos do Retiro de Carnaval:

VEJA TAMBÉM