Santuário

Santuário Arquidiocesano São Judas Tadeu

07h

09h
11h
18h
20h
07h
19h
07h
19h
07h
19h
07h
19h
07h
19h
07h
16h
18h
Dia 28 - Festa de São Judas Tadeu

00h

04h

06h

08h

10h

12h

14h

16h

18h

20h

22h

Comunidade Santa Rosa de Lima

Domingo
09h
Quarta-feira
19h
Você está em:

Jovens do Santuário realizam confirmação na caminhada cristã, através do sacramento da Crisma

Enriquecidos pela força especial do Espírito Santo, nesta Solenidade de Pentecostes, jovens que participam da Catequese Permanente do Santuário São Judas Tadeu realizaram a confirmação na caminhada cristã e receberam o sacramento da Crisma.

A celebração aconteceu na noite deste domingo, 9 de junho. Conferidos pela oração da Igreja e pela imposição e unção de Dom Geovane Luis da Silva, bispo referencial para a Região Episcopal Nossa Senhora da Piedade (Rensp), 17 jovens reafirmaram a graça recebida no Batismo e, através da plenitude do Espírito Santo, receberam a força para serem testemunhas de Cristo no seu dia a dia.

Os crismandos participaram de um ano e três meses de preparação, conforme relata Grevi Gabriel da Silva, catequista que acompanhou o grupo. “A Catequese Permanente do Santuário oferece uma formação diferenciada. Esses jovens permaneceram firmes no propósito do Sacramento da Crisma. Agora, ficamos contentes e agradecidos por colaborar para que eles encontrem e trilhem os caminhos de Deus”, afirmou o catequista.

O Sacramento da Crisma

A Crisma, juntamente com o Batismo e a Eucaristia formam os três sacramentos da iniciação cristã da Igreja Católica. Nesse sacramento, tal como ocorreu no Pentecostes, em que o Paráclito desceu sobre a comunidade dos discípulos, então reunida, o Espírito Santo também desce em cada batizado, que pede à Igreja esse dom. Dessa forma, a Crisma encoraja o fiel na caminhada cristã e o fortalece para uma vida de testemunho de amor a Cristo.

Chama-se Crisma (nas Igrejas Orientais: Crismação com o Santo Myron) por causa do rito essencial, que é a unção. Chama-se Confirmação, porque confirma e reforça a graça batismal. O óleo do Crisma é composto de óleo de oliveira (azeite) perfumado com resina balsâmica. Na manhã da Quinta-feira Santa, o bispo o consagra para ser utilizado no batismo, na confirmação, na ordenação dos sacerdotes e dos bispos e na consagração dos altares e dos sinos. O óleo representa a alegria, a força e a saúde. Quem é ungido com o Crisma deve difundir o bom perfume de Cristo (cf. II Cor 2,15).

O efeito da Confirmação é a efusão especial do Espírito Santo, como no Pentecostes. Tal efusão imprime, na alma, um carácter indelével e traz consigo um crescimento da graça batismal: enraíza mais profundamente na filiação divina, une mais firmemente a Cristo e a Sua Igreja, revigora na alma os dons do Espírito Santo e dá uma força especial para testemunhar a fé cristã.

 

Fotos: Henrique Piló

Confira as fotos da Celebração:

VEJA TAMBÉM