Santuário

Santuário Arquidiocesano São Judas Tadeu

07h

09h
11h
18h
20h
07h
19h
07h
19h
07h
19h
07h
19h
07h
19h
07h
17h
1ª Sexta feira de cada mês - : Madrugada da Misericórdia

05h30 - Madrugada da Misericórdia - com Celebração Eucarística

Dia 28 - Festa de São Judas Tadeu

00h

04h

06h

08h

10h

12h

14h

16h

18h

20h

22h

Comunidade Santa Rosa de Lima

Domingo
09h
Quarta-feira
19h
Você está em:

Pe. Tolentino, primeiro português a pregar Exercícios Espirituais ao Papa

“O Papa Francisco tem sido, de facto, uma grande testemunha do Espirito Santo na Igreja e no mundo do nosso tempo”, sublinha o sacerdote responsável pelas meditações que vão acompanhar os Exercícios Espirituais do Papa e dos colaboradores da Cúria Romana de 18 a 23 de fevereiro em Ariccia, próximo de Roma.

“ É a primeira vez que um sacerdote português orienta a reflexão que o Papa realiza na Quaresma ”

Um desafio que acolhe “com muita humildade”, porque, diz o padre Tolentino, “sou um simples padre, e acolho com um sentido de serviço à igreja e ao Santo Padre”.

Um retiro centrado no tema “O Elogio da Sede”, que o vice-reitor da Universidade Católica Portuguesa explica como “um desafio para os tempos que nós vivemos”, porque “o coração do ser humano é um reservatório interminável de sede”.

“ Todo o ser humano tem sede. Sede de amor, sede de reconhecimento, sede de relação, sede de dignidade, sede de diálogo, sede de encontro, sede de Humanidade, e muita sede de Deus ”

Já sobre uma das dimensões da sua vida, a poesia, o padre Tolentino Mendonça, que é também consultor do Conselho Pontifício para a Cultura, diz que um poeta é “testemunha dessa vida em profundidade, e, nesse sentido, a poesia é uma aliada do dizer da Fé”.

Uma entrevista onde destaca também o papel da Universidade Católica Portuguesa que deve ser, “universidade socialmente mais inclusiva”, e aponta ainda o desafio que o papa lança na sua mensagem para a quaresma deste ano “a viver um estilo de vida cristã”.

Neste contexto o teólogo português lembra o pedido do papa para que “nos lembremos do fundo do coração dos nossos irmãos mais pobres, sem descartarmos ninguém, sem desistirmos de ninguém, sem deixarmos ninguém para trás”.

“Os cristãos têm de ser a locomotiva profética das sociedades onde estão, e isso vê-se muito na qualidade ética que somos capazes de introduzir, e, muito especialmente, no combate à pobreza, na atenção preferencial pelos mais pobres”, sublinha o padre Tolentino Mendonça.

Nesta entrevista ao nosso correspondente em Portugal Domingos Pinto, o sacerdote madeirense elogia ainda as mudanças ocorridas nos «media» da Santa Sé.

“Muitos parabéns por esta nova plataforma (VATICAN NEWS), à Rádio Vaticano, e que este serviço que se presta à igreja católica no seu conjunto, dê, de facto, muitos frutos”.

*Divulgação Rádio Vaticano

VEJA TAMBÉM